Justiça Federal autoriza depoimento de Dilma na Operação Zelotes

Quinta Feira, 21 de Janeiro de 2016
image  deflagrada em março de 2015 para investigar um esquema de corrupção no Conselho de Administração de Recursos Fiscais - CARF - órgão do Min.Fazenda, responsável por julgar os recursos administrativos de autuações por sonegação fiscal e previdenciária.


Justiça Federal em Brasília autorizou, ontem, quarta-feira (20), o depoimento da presidente Dilma Rousseff da Operação Zelotes, que investiga a suposta compra de Medidas Provisórias no Carf. A petista não é alvo da investigação, ela apenas servirá de testemunha a um dos réus, o empresário Eduardo Valadão.  


A força tarefa que apura o caso investiga, dentre outras ocorrências, a suposta venda de duas medidas provisórias durante o governo de Luiz Inácio Lula da Silva e uma no governo Dilma Rousseff.
A autorização para que a presidente seja ouvida foi emitida pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira. Embora não possa ficar sem responder, segundo prevê o artigo 206 do Código Penal, Dilma tem prerrogativa de responder às perguntas por escrito, caso não queira agendar uma data para ser ouvida pessoalmente. O juiz decidiu autorizar o depoimento porque considerou que é um direito do réu arrolar as suas testemunhas de defesa. O Palácio do Planalto informou que não vai comentar a notícia.
Os depoimentos de testemunhas arroladas pela defesa começam nesta sexta-feira (22), na Justiça Federal em Brasília. Ao todo serão ouvidas 56 testemunhas. Além de Dilma, o juiz também autorizou depoimentos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, marcado para a próxima segunda (25). 



fonte: JB
imagem de diariodocentrodomundo.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigo: Voz de Prisão: Quem pode e quando se pode dar ...

Artigo: O Endosso-Mandato e o Endosso-Translativo

Ponto de Vista: O ministro que " nada contra a correnteza ... "