Querem a "cabeça ": Promotor paulista segue os passos, firmes e corajosos, do juiz Moro...

Terça Feira, 26 de Janeiro de 2016

 

Pois é, o Juiz Federal Sérgio Moro agora tem, no Ministério Público estadual de São de Paulo, um seguidor de seus ações corajosas, firmes e dentro da lei. Refiro-me ao jovem promotor de justiça Cássio Conserino que, cumprindo seu mister como Representante do Ministério Público e obedecendo ao princípio do promotor natural, emitiu opinião pública em investigação

conserini

promotor Cássio Conserini do MP-SP

Promotor Cassio Conserino deve ser punido, diz Wadih Damous; Lula quer processar...


Deu no blog do sr. Luis Nassif, publicando nota do site 247, ( de orientação petista, ressalve-se ):

O advogado e deputado federal Wadih Damous (PT- RJ) criticou a postura do promotor Cassio Conserino que disse ter provas para processar o ex-presidente Lula por ocultação de bens.
Segundo Damous,  deve ser punido ‘O promotor cometeu “falta funcional passível de representação disciplinar”’, diz. Já a defesa de Lula, por seus advogados, dizem que  “daqui para a frente” vai “processar todo mundo”, e estão examinando medidas judiciais contra o promotor Cassio Conserino. O promotor, que alega estar apenas estar dando transparência a um caso de interesse público, investiga o apartamento triplex reservado ao ex-presidente na praia de Astúrias, no Guarujá, e disse que já tem indícios suficientes para apresentar denúncia por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio contra Lula diz, em Nota, que o  Ministério Público não antecipou denúncia. Só exteriorizou, em homenagem ao interesse público que norteia a questão, que as provas coligidas apontam para a possibilidade de uma denúncia.
– oxalá os investigados consigam refutar toda a gama de prova testemunhal circunstancial e documental que apontam para possível crime de lavagem de dinheiro entre outros
por último, o trabalho é do Ministério Público com a participação de outros promotores e não tem qualquer tom personalista .
É o velho adágio popular: Quem não deve não teme...
***************************************************************

Enquanto  isso...

Operação Lava Jato

Cortes superiores revisaram menos de 4% das decisões do juiz Sérgio Moro

Dos 413 recursos apresentados pelas defesas em segunda e terceira instâncias da Justiça, desde que Lava Jato foi deflagrada em março de 2014, somente 16 foram concedidos total ou parcialmente

O juiz federal Sérgio Moro, que conduz os processos da Lava Jato em primeira instância. Foto: Evaristo Sá/AFP
juiz federal Sérgio Moro

Com a bola cheia, cada vez mais, e segundo  levantamento feito pela Procuradoria-Geral da República e pelo Estado nos tribunais, desde o início da Lava Jato, em março de 2014, até meados de janeiro deste ano, foram ao menos 413 recursos apresentados pelas defesas. Deste total, somente 16 reclamações dos defensores foram concedidas total ou parcialmente e 313 (76%) negadas. Cerca de 85 habeas corpus ainda estão em trâmite (incluindo algumas decisões que foram alvo de recursos). O índice de revisão das decisões do juiz federal Sérgio Moro na Lava Jato é de menos de 4% (cerca de 3,8%) do total de habeas corpus e recursos de habeas corpus ajuizados pelas defesas na Justiça de segundo grau e nas cortes superiores.

Para a raiva dos  caros " advogados de defesa...







fontes: Estadão e blog Tijolaço

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigo: O Endosso-Mandato e o Endosso-Translativo

Artigo: Voz de Prisão: Quem pode e quando se pode dar ...

Comidas Típicas do Piauí