IV Tribunal do Júri do Rio condena promotor de eventos a 15 anos de prisão

Quinta feira, 10 de Agosto de 2017


José Philippe de Castro: acusado por agressões em festa na GáveaFabio Gonçalves / Agência O Dia

Ana Carolina Romeiro foi ferida no tórax e no abdomen, Gabriel Cunha da Silva teve parte da orelha decepada e Lourenço de Albuquerque Mayer Brenha sofreu um corte em uma das mãos ao tentar segurar o agressor

O Conselho de Sentença do IV Tribunal do Júri da Capital condenou o promotor de eventos José Phillipe Ribeiro de Castro a 15 anos de prisão, em regime fechado, pelo crime de lesão corporal de natureza grave em Ana Carolina Romeiro, que foi ferida no tórax e no abdome, em Gabriel Cunha da Silva, que teve parte da orelha decepada e em Lourenço de Albuquerque Mayer Brenha.

Foram ouvidas testemunhas e as três vítimas. Segundo o depoimento dos agredidos, o crime foi cometido por motivo fútil durante a realização de uma festa na casa do réu, na Gávea, Zona Sul do Rio, em 2015. Gabriel disse que sofre consequências até hoje pela mutilação da orelha esquerda, vítima de uma mordida do acusado. Ana Carolina ficou com cicatrizes após passar por uma cirurgia de quatro horas.

Na sentença, o juiz em exercício, Gustavo Gomes Kalil, assinalou a culpabilidade do réu. Inicialmente, o réu respondeu no processo pelo crime de tentativa de homicídio. Mas por votação dos sete jurados, foi desclassificado. 

Processo nº 0245481-72.2015.8.19.0001


fonte: Portal Âmbito Jurídico
Imagem de http://odia.ig.com.br/rio-de-janeiro/2017-08-09/homem-e-condenado-a-15-anos-de-prisao-por-agredir-tres-pessoas-em-festa.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Artigo: O Endosso-Mandato e o Endosso-Translativo

Artigo: Voz de Prisão: Quem pode e quando se pode dar ...

Comidas Típicas do Piauí