RJ: Juíza registra queixa contra advogados que teriam invadido audiência

Terça Feira, 22 de Novembro de 2016

Martelo de Juiz

A juíza Paloma Rocha, do RJ, registrou queixa na quinta-feira, 10, contra dois advogados por suposto desacato a autoridade. Ela é titular do 2º Juizado Cível de São João de Meriti e estava atuando no 2º Juizado Especial Cível de Campos dos Goytacazes/RJ durante o fato.
De acordo com a magistrada, após ser interrompida seguidas vezes pelos profissionais, durante audiência no Fórum Maria Tereza Gusmão de Andrade, precisou pedir que os advogados se retirassem do local. Segundo a juíza, os causídicos, sem autorização, invadiram a audiência e geraram desordem, impedindo o prosseguimento dos trabalhos.
Na semana passada, 30 advogados do Conselho da subseção da OAB de Campos se reuniram em frente à 134ª Delegacia de Polícia do Centro em manifesto contra o ato da magistrada, considerado arbitrário.
A Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro, por sua vez, emitiu nota manifestando apoio à juíza. "A Amaerj repudia todo e qualquer ato de desrespeito à autoridade."
  • Confira a íntegra abaixo.
_____________

A Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (AMAERJ) manifesta seu apoio à juíza Paloma Rocha, que registrou queixa contra dois advogados por desacato à autoridade na 134ª Delegacia de Polícia do Centro de Campos de Goytacazes, na última quinta-feira (10).
Durante audiência no Fórum Maria Teresa Gusmão de Andrade, em Campos, a juíza precisou pedir que os advogados se retirassem do local, após ser interrompida seguidas vezes pelos profissionais que, sem autorização, invadiram a audiência e geraram desordem, impedindo o prosseguimento dos trabalhos.
A AMAERJ repudia todo e qualquer ato de desrespeito à autoridade. A associação apoia a atuação firme da juíza Paloma Rocha, que está amparada pelo artigo 360, inciso I, II e III, do Código do Processo Civil.
Paloma Rocha é integrante do mutirão de audiências da Comissão Estadual dos Juizados Especiais e estava atuando no 2º Juizado Especial Cível de Campos. A juíza é titular do 2º Juizado Cível de São João de Meriti e, até janeiro de 2017, fará parte da 1ª Turma Recursal Cível.




fonte: Migalhas
imagem do blog Veritatis Verbum

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Comidas Típicas do Piauí

Artigo: O Endosso-Mandato e o Endosso-Translativo

Artigo: Voz de Prisão: Quem pode e quando se pode dar ...