Magistratura: Moro vira ídolo popular e o reajuste do STF...

Terça Feira, 28 de Junho de 2016

MORO É OVACIONANDO DURANTE SHOW DO CAPITAL INICIAL, EM CURITIBA


SÉRGIO MORO SE LEVANTOU ARA AGRADECER
 E ACENOU PARA A MULTIDÃO EM DELÍRIO.

Por Diário do Poder

O juiz federal Sérgio Moro foi delirantemente aplaudido durante show, neste sábado (25), à noite, em Curitiba, do Capital Inicial, quando o vocalista Dinho Ouro Preto fez um breve discurso contra os políticos e anunciou que dedicaria a próxima musica ao magistrado.

A música dedicada a Sérgio Moro foi "Que País é Esse?", clássico do Legião Urbana, composto pelo falecido Renato Russo. Dinho Ouro disse ter a impressão que “o poder é tóxico”, ao afirmar que “eles sentam naquelas cadeiras lá, naquelas palácios, e tudo desanda. A minha frustração é imensa. Eu não me sinto representado por ninguém. Gostaria que o Brasil voltasse às nossas mãos.”
“A gente sempre dedica essa música a alguém que está envolvido em algum escândalo. Nesta semana poderia ser o Paulo Bernardo. Na semana passada, o Eduardo Cunha. Mas eu vou dedicar essa música hoje ao juiz Sérgio Moro. Ele está aqui assistindo.



&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&


A CAE pode votar nesta terça-feira projeto de lei que aumenta o salário dos servidores do Judiciário
A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) reúne-se amanhã, quarta-feira (29),  para votar sete projetos que tratam de aumentos do funcionalismo público. Uma das propostas (PLC 27/2016) reajusta o salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de R$ 33.763,00 para R$ 36.713,00 em junho deste ano, e para R$ 39.293,00 em janeiro de 2017. Os valores servem de referência para o teto dos servidores públicos. Já a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) pode votar nesta terça-feira (28) o projeto de lei (PLC 29/2016) que aumenta o salário dos servidores do Judiciário. E a Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) promove audiência pública na quinta-feira (30) para discutir regras de aplicação de concursos públicos federais, estaduais e municipais de modo a garantir transparência e impessoalidade nas disputas.





fontes: Clóvis Cunha e Anamages, respectivamente

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Comidas Típicas do Piauí

Artigo: O Endosso-Mandato e o Endosso-Translativo

Artigo: Voz de Prisão: Quem pode e quando se pode dar ...